Quinta, 20 de Junho de 2024
34°

Tempo limpo

Oeiras, PI

Dólar
R$ 5,44
Euro
R$ 5,83
Peso Arg.
R$ 0,01
Brasil 'Nem, nem'

Cresce o número de jovens que não estudam, não trabalham e nem procuram emprego, diz governo

Brasil tem 5,4 milhões de jovens entre 14 e 24 anos nesta situação, segundo levantamento do Ministério do Trabalho. Deste grupo, cerca de 60% são mulheres, a maioria com filhos pequenos.

29/05/2024 às 16h09 Atualizada em 29/05/2024 às 16h17
Por: Pablo Carvalho Fonte: G1
Compartilhe:
Cresce o número de jovens que não estudam, não trabalham e nem procuram emprego, diz governo

O número de jovens que não estudam, não trabalham e nem estão procurando emprego cresceu no último ano, aponta um levantamento do Ministério do Trabalho divulgado na manhã desta terça-feira (28).

O Brasil tinha 4 milhões de jovens entre 14 e 24 anos nesta situação no 1º trimestre de 2023, de acordo com a pesquisa. Esse número saltou para 5,4 milhões no mesmo período deste ano.

Compartilhe no WhatsApp CLICANDO AQUI

Siga nosso Instagram clicando no link @oeirasemfoco

Siga no Fan Page clicando no link /oeirasemfoco

Siga no YouTube clivando no link Oeiras em Foco TV

Siga nosso Twitter clicando no link https://twitter.com/oeirasemfoco

Deste grupo, cerca de 60% são mulheres, a maioria com filhos pequenos, e 68% são negros, segundo o estudo.

São os chamados "nem-nem", termo usado para se referir ao grupo formado por quem não estuda nem trabalha, independentemente de estar à procura de emprego ou não.

Considerando também os que estão à procura de emprego (3,2 milhões), os chamados desocupados, o grupo dos nem-nem chegou a 8,6 milhões de jovens brasileiros.

Os dados foram divulgados pela subsecretária de Estatísticas e Estudos do Trabalho, Paula Montagner, no evento “Empregabilidade Jovem” do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), em São Paulo (SP).

Para ela, os números ainda são um reflexo da pandemia de Covid-19 e podem ser explicados, em parte, pelo trabalho de cuidado que as mulheres exercem na sociedade.

“Muitas mulheres ficaram um tempo fora do mercado na pandemia e encontraram outras alternativas. Muitas até anteciparam a gravidez. Elas cuidam de parentes, têm atividades que são socialmente valorizadas, mas não estão no mundo do trabalho”, afirma.

Os jovens entre 14 e 24 anos representam 17% da população brasileira (34 milhões de pessoas), e a maioria deles (39%) vive na região Sudeste, sendo metade no estado de São Paulo.

Com informações da PNAD Contínua, do IBGE, o levantamento mostra que a taxa de participação do grupo no mercado de trabalho ainda não retornou ao patamar de 2019, que era de 52,7% no 1º trimestre. No mesmo período deste ano, a porcentagem é de 50,5%.

A taxa representa os jovens ocupados e desocupados, que estão à procura de emprego. Quem não entra nas estatísticas são aqueles que estão fora do mercado, por realizarem outras atividades, como trabalhos de cuidado ou apenas estudos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Oeiras, PI Atualizado às 12h04 - Fonte: ClimaTempo
34°
Tempo limpo

Mín. 21° Máx. 36°

Sex 36°C 21°C
Sáb 35°C 23°C
Dom 35°C 24°C
Seg 35°C 23°C
Ter 37°C 22°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Enquete
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias