Quarta, 17 de Julho de 2024
28°

Tempo limpo

Oeiras, PI

Dólar
R$ 5,49
Euro
R$ 6,00
Peso Arg.
R$ 0,01
Polícia Impunidade

Blogueira que esquartejou mulher foi condenada em 2023 a 7 anos de cadeia, mas não ficou presa

Maria Clara foi presa na última segunda (28), acusada de matar e esquartejar Silvana Rodrigues de Sousa.

10/07/2024 às 14h31
Por: Pablo Carvalho Fonte: GP1
Compartilhe:
Blogueira que esquartejou mulher foi condenada em 2023 a 7 anos de cadeia, mas não ficou presa

A blogueira Maria Clara Sousa Nunes Bezerra, presa nessa segunda-feira (8) acusada de matar e esquartejar Silvana Rodrigues de Sousa, já havia sido condenada a prisão pelos crimes de tráfico de drogas e receptação. Sentenciada a 7 anos de reclusão, ela foi mantida em liberdade pelo juiz Almir Abib Tajra Filho, da 6ª Vara Criminal da Comarca de Teresina, que proferiu a decisão.

Clarynha Sousah, como é mais conhecida, foi condenada no dia 27 de julho do ano passado após ser denunciada pelo Ministério Público, com base em um inquérito da Polícia Civil do Piauí, a partir de sua prisão em flagrante, no ano de 2020.

Compartilhe no WhatsApp CLICANDO AQUI

Siga nosso Instagram clicando no link @oeirasemfoco

Siga no Fan Page clicando no link /oeirasemfoco

Siga no YouTube clivando no link Oeiras em Foco TV

Siga nosso Twitter clicando no link https://twitter.com/oeirasemfoco

A acusada foi presa na própria residência, onde foi flagrada com uma grande quantidade de maconha e uma motocicleta com restrição de roubo/furto.


Com base nas informações levantadas nos autos e também a partir da confissão de Maria Clara em juízo, o magistrado decidiu por sua condenação, fixando pena de 7 anos, 9 meses e 20 dias de reclusão.

“A confissão da acusada em Juízo, com o detalhamento de toda a ação delituosa, com indicação do período em que vendia e a finalidade da droga apreendida, assim como a informação acerca de que o valor apreendido era decorrente da comercialização de entorpecente, aliada às provas periciais acostadas, além dos depoimentos trazidos pelas testemunhas em sede judicial, evidenciam a narcotraficância”, decidiu o juiz Almir Abib Tajra Filho.

Responde em liberdade

Ao fixar a pena, o magistrado decidiu que Maria Clara poderia responder em liberdade, e impôs medidas cautelares. “Mantenho a ré em liberdade, com as medidas cautelares impostas no remédio constitucional prefalado e concedo à mesma o direito de recorrer em liberdade”, determinou.

Atuação no crime

Maria Clara tinha atuação bastante ativa nas redes sociais e, segundo a polícia, se utilizava dessa posição para encobrir sua participação no núcleo da facção Primeiro Comando da Capital (PCC), na região da Vila da Guia, zona sudeste de Teresina.

A blogueira foi presa na manhã desta segunda (8) pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), apontada como a mandante e uma das executoras do assassinato de Silvana Rodrigues de Sousa, que foi morta e teve o corpo esquartejado no mês passado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Teresina - PI
Sobre o município Notícias de Teresina - PI
Oeiras, PI Atualizado às 18h28 - Fonte: ClimaTempo
28°
Tempo limpo

Mín. 18° Máx. 34°

Qui 35°C 19°C
Sex 36°C 21°C
Sáb 35°C 21°C
Dom 35°C 18°C
Seg 36°C 22°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Enquete
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias